Incontinência urinária de esforço x incontinência urinária de urgência

Atualizado: Mar 25

O que é incontinência urinária de esforço?

Incontinência urinária de esforço: É definida como a perda da urina decorrente de uma diminuição da pressão uretral, caracterizada pela fraqueza dos músculos pélvicos responsáveis pela sustentação da bexiga. É quando há lesões ou alterações nas estruturas responsáveis pelo seu posicionamento.

Um dos exemplos mais comuns é quando ocorre a perda de urina durante a realização de esforço físico, incluindo o espirro, riso ou tosse. Há casos relatados onde ocorre perde urinária após se levantar, abaixar ou andar.

Prováveis causas da IU de esforço

Geralmente a IU de esforço, está associada a hipermobilidade do colo vesical (alteração da sua posição), no qual os elementos responsáveis pela sustentação da uretra encontram-se fracos ou danificados, ou deficiência esfincteriana, onde há um fechamento parcial da uretra, gerado por denervação ou desordem estrutural, por cirurgias prévias.



Fig.2 - Incontinência urinária de esforço- Esficteriana (MOURA, 2008).


Fig.3 - Fechamento imparcial da uretra (MORENO, 2009).

O que é Incontinência Urinária de Urgência?

Incontinência urinária de urgência ocorre quando há contração involuntária da bexiga, também conhecida como bexiga hiperativa, que resulta na perda de urina de forma involuntária acompanhada ou precedida de uma vontade repentina de urinar, porém há caso em que ocorre a perda de urina sem ser antecipado por algum sinal.

Um exemplo prático de Incontinência de urgência ocorre quando geralmente os pacientes apresentam uma percepção em relação a vontade de urinar, porém elas não conseguem conter a perda urinária.

Quais as causas prováveis de Incontinência Urinária de Urgência?

Instabilidade da bexiga e hiperatividade do detrusor.

Como avalio a Incontinência Urinária de urgência?

A avaliado para IU de urgência é feita por profissional treinado e especializado na área através de um estudo urodinâmico, que verifica o armazenamento, transporte e esvaziamento da bexiga.

Quais os fatores de risco para Incontinência de Urgência?

Alguns dos fatores de risco mais importantes são dos partos vaginais, com a episiotomia inadequada, e as perdas de forma transitória associada a infecções urinárias, diabetes descompensados, e uso de alguns fármacos, como os diuréticos, bloqueadores adrenérgicos, inibidores da enzima de conversão da angiotensina que podem provocar tosse.

Outros fatores de risco da Incontinência Urinária de Urgência

- Idade: A partir do climatério/menopausa, com 43% entre 35 e 81 anos. Em idosas pela diminuição da capacidade da bexiga, que passa de 500 a 600 ml para 250 a 300ml, aumentando a frequência urinária e da noctúria, por conta da diminuição de estrogênio.

- Obesidade: Alta pressão intra-abdominal por conta do aumento de peso na região da cintura-quadril e posteriormente da pressão intravesical alterando o mecanismo do trato urinário.

- Peso do recém-nascido: Aumenta a pressão intra-abdominal, posteriormente a da intravesical. E a lesão do assoalho pélvico durante o parto vaginal.

- Menopausa: A região pélvica é afetada com as mudanças hormonais durante a menopausa e na pós-menopausa contribuindo para sintomas urinários com aumento da frequência, urgência e disúria.

- Cirurgias ginecológicas: A histerectomia (retirada do útero) compromete as funções do assoalho pélvico, já que o órgão suporta parte do assoalho e sua remoção pode causar danos nas estruturas que sustentam a bexiga e a uretra.

- Constipação intestinal: (Prisão de ventre) sendo de forma crônica o estiramento do reto pode comprimir a bexiga, ajudando na retenção urinária, ocasionando infecção do trato urinário e a força de evacuação intestinal pode lesionar a musculatura pélvica.

- Cafeína: De ação diurética aumenta o volume urinário, e em alta concentração causa instabilidade do músculo detrusor por ter efeito excitante sobre a musculatura lisa e assim, causando a perda involuntária de urina.

- Tabagismo: Geralmente, no fumante apresenta-se tosse severa e aumento na pressão vesical, influenciando direta e indiretamente na bexiga ou uretra ocasionando a IU .

OBS: A IU é maior entre ginastas, pois os exercícios são mais rigorosos na região abdominal comparado aos outros esportes, tendo em vista que aumenta a pressão intra-abdominal.

Você pode ter todos esses benefícios em nossos atendimentos presenciais na unidade Tijuca.

Conheça também nossos outros serviços na página da MA Bem Estar e Saúde ou nas aulas on line na página da Fazendo Pilates em Casa.

Quer saber mais sobre nossos cursos de capacitação? Acesse www.macursos.com.br e conheça nosso curso de Capacitação profissional em Pilates.

#pilates #pilatesparaemagrecer #josephpilates #pilatesnador #pilatesdeverdade #pilatesemcasa #osteopatia #fisioterapia #dor #dornacoluna #tratamento #rpg #terapiamanual

32 visualizações0 comentário