O desafio da Lis e o câncer de mama

Para comemorar esse mês tão importante de Prevenção ao Câncer de Mama, resolvemos contar para vocês uma história de desafios, afinal de contas falar de fisioterapia é falar de vencer desafios.

Hoje vamos falar um pouco sobre a história da nossa paciente Lisanne, Lis, para o pessoal aqui da FisioAll Tijuca. Uma história que foi escrita a 2 mãos: uma parte a visão dela do que passou e como foi seu diagnóstico e do outro lado a visão da nossa equipe, que recebeu o desafio de acompanhar ela em todo esse processo! A Lisanne é nossa cliente há mais de 6 anos e desde 2020 vem encarando um dos seus maiores desafios.

Lis:


Meu nome é Lisanne Assis, tenho 41 anos e vou contar um pouco como foi o meu diagnóstico.



Bom, em 2020 fiz 40 anos e como costume, um pouco antes das minhas férias, vou sempre ao médico para fazer os exames de rotina, porém, naquele ano minhas férias coincidiu com o início da pandemia, então acabei deixando para realizar meus exames em outubro.


Fiz pela primeira vez a mamografia e a ultrassonografia das mamas e para a minha surpresa na ultra foi diagnosticado um nódulo na mama esquerda que era sugestivo de investigação. Retornei a ginecologista que disse para não me preocupar, mas por cautela me passou uma ressonância magnética para confirmar. Enfim, fiz a ressonância e o resultado foi que realmente havia um nódulo em minha mama e que deveria ser realizado uma biópsia para confirmar ou não a malignidade.


Em fevereiro de 2021, fiz a biópsia numa sexta feira de carnaval, e já na segunda feira tive o resultado confirmado: Carcinoma Invasivo da Mama - positivo para receptor de estrogênio e progesterona, ou seja, um câncer de mama hormonal (Luminal B).


A partir desse resultado procurei o mastologista para dar prosseguimento ao tratamento e assim em março desse ano fiz a cirurgia para a retirada do tumor. Foi feito a cirurgia conservadora da mama e não foi precisou realizar esvaziamento axilar pois os linfonodos não foram afetados. Porém a biópsia pós cirúrgica detectou que a replicação celular estava acima do normal, então o oncologista decidiu que o meu tratamento seria também a quimioterapia, radioterapia e em seguida o bloqueio hormonal devido ao tipo do tumor.


Pronta para encarar o que viria pela frente a Lis prometeu para si mesma que faria tudo isso da melhor maneira, de cabeça erguida e que sua prioridade seria cuidar de si mesma.

Em abril de 2021 decidiu procurar a equipe da FisioAll Tijuca e resolveu nos incluir nesse desafio, nos propondo acompanhá-la em todo esse processo de cura, desde a primeira sessão de quimioterapia.


E lá fomos nós!


Lis:


Sobre as quimioterapias fiz o protocolo conhecido como AC-T: 4 sessões da quimioterapia popularmente chamada de vermelha, com o intervalo de 21 dias, e 12 sessões semanais da quimioterapia branca.


Junto com o tratamento procurei manter uma rotina de exercícios, faço Pilates e terapias holísticas, Musculação, Yoga e Meditação e também faço o controle da minha alimentação com o auxílio da nutricionista oncológica que é fundamental para manter o tratamento com o mínimo de efeitos colaterais.



Aqui na FisioAll começamos nosso trabalho com sessões de terapia holística e medicina tradicional chinesa para equilibrar as energias e melhorar a imunidade, liberação dos canais energéticos, sem punturas (sem utilizar agulhas). Dietética chinesa para reequilibrar o organismo e fortalecer o sistema imunológico, aromaterapia e relaxamento para redução do estresse, terapia floral para melhorar a ansiedade que viria com o tratamento e Pilates para manter o corpo ativo, melhorar a circulação sanguínea, para manutenção da mobilidade e força, melhora do condicionamento físico e da capacidade respiratória.


Desde que iniciou seu programa de tratamento de quimioterapia ela passou por uma serie de sessões com intervalos e intensidades diferentes, e tivemos o prazer de poder acompanhar cada passo, dia a dia.


Hoje a Lis está na última fase da quimioterapia e em outubro finaliza esta parte do tratamento, mas já temos o que comemorar, pois nesses 5 meses as reações foram mínimas, ela evoluiu nos exercícios de Pilates, mantém sua boa forma física e não teve nenhum contratempo durante o tratamento.



Lis:

Agora no mês de outubro chego a fase final com as quatro últimas sessões de quimioterapia e em seguida início a Radioterapia.


Toda equipe FisioAll está muito orgulhoso dos resultados até agora, e estamos juntos vivendo cada momento dessa grande vitória!

Pois como dizem nossos fisioterapeutas, acompanhar a Lisanne é ter uma lição de vida a cada dia, é um privilégio para nós poder ver a força de vontade, o empenho dela e o gás de vir a clinica sem falhar, de ir para quimioterapia em um dia e vir pro Pilates no dia seguinte com o sorriso estampado no rosto.

Dá orgulho de ver em cada expressão dela, o amor, o cuidado e a força de uma mulher guerreira e fantástica! A Lisanne é um exemplo para todos nós!



Lis:

Eu gostaria de dizer a todas as mulheres que sempre se priorizem, não tenham medo de fazer os exames de rotina mesmo na correria do dia a dia encontre tempo pois a sua vida e a sua saúde são mais importantes do qualquer coisa. E para aquelas que estão passando pelo diagnóstico é que tenham coragem, não tenham medo, todos os dias seja por você, se olhe no espelho lembre-se da sua história, lembre que você é capaz e que Deus é com você sempre!


Que desafio não é!?

E em breve voltaremos aqui para contar o final desse tratamento.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo