O que é um Ponto Gatilho?

Atualizado: Mar 25

Os pontos gatilhos (Pgs) miofasciais são extremamente comuns, e em um momento ou outro, tornam-se uma parte dolorosa da vida de quase todas as pessoas.

Estudos sobre prevalência de Pgs miofasciais em populações especificas de pacientes indicam alta prevalência dessa condição entre indivíduos com queixa de dor regional. Os Pgs são certamente parte da dor sofrida por pessoas com dor muscular em geral. (Block 1993, Goldberg 1993 e Rothcjild, 1991).

Os Pgs são áreas localizadas de sensibilidade profunda e de resistência elevada. Segundo Travell ele se localiza no músculo esquelético e é identificado por uma sensibilidade profunda e localizada, em uma faixa firme e palpável do músculo; e no ponto de hiperalgesia profunda e máxima.

Janet Travell define Pgs como “focos hiperriritáveis que se localizam dentro de faixas tensas de músculos que são dolorosos na compressão e que referem dor e outros sintomas a um local distante”.

Selye (1976) considera a tensão um elemento não especifico na produção de uma doença, enfatizando a importância do tecido conjuntivo. Ele demonstrou que a tensão resulta em um padrão de adaptação, individual para cada organismo.

Mennell (1975) concorda que um músculo capaz de obter e manter o seu comprimento normal em repouso é um músculo indolor. Aquele que não o consegue geralmente é uma fonte de dor, independentemente de a origem do espasmo estar localizada ou não no músculo. E ainda define o Pg como pontos palpáveis localizados de hipersensibilidade profunda, a partir dos quais os impulsos nocivos bombardeiam o SNC para produzir a dor referida.

As causa da presença do Pg podem ser associadas a qualquer combinação de fatores de tensão física ou psíquica, que resultem em alterações no tônus normal dos músculos, fascias e outros tecidos moles, e que em troca podem efetuar mudanças na atividade articular, na respiração, na postura, além disso, encontramos uma progressão a partir da hipertonicidade, através dos detritos metabólicos retidos e da isquemia relativa. A característica da isquemia e da tensão prolongada parece uma importante condição de predisposição, na produção dos Pgs e sua dor referida a disfunção (Chaitow, 2001).

Travell e Simons (1986) demonstraram a conexão entre a atividade do Pg miofascial e a grande amplitude dos problemas associados à dor e as anomalias do sistema nervoso simpático.




Características Clínicas dos Pontos-gatilho


Podemos encontrar diferentes padrões ou tipos de Pgs, os Pgs ativos produzem queixa clínica em geral dor que o paciente reconhece quando são digitalmente comprimidos. Os Pgs Latentes podem produzir outros efeitos característicos dos pgs, incluindo tensão muscular aumentada e encurtamento muscular, mas não produzem dor espontânea. Além disso, não referem sintomas a um local distante, e precisa de um estresse adicional para criar maior facilitação e transformá-lo em gatilho ativo. Tanto os Pgs ativos quanto os latentes podem causar disfunção motora importante. Um Pg principal responsável pela ativação de um ou mais Pg satélites. Clinicamente, um Pg principal é identificado quando sua inativação também inativa os Pgs satélites sem tratamento dos mesmos. O Pg satélite é um Pg miofascial central introduzido neurogênica e mecanicamente pela atividade de um ponto gatilho principal. A distinção de um mecanismo responsável pela relação principal-satélite raramente pode ser resolvida apenas pela palpação. Um ponto gatilho satélite pode desenvolver-se na zona de referencia de um Pg principal, em um sinérgico sobrecarregado que esteja substituindo o músculo que abriga o ponto gatilho principal, em um antagonista (contrariando a tensão aumentada do músculo principal) ou em um músculo que pareça ligado apenas de forma neurogênica ao Pg principal. O Pg central é intimamente associado com placas terminais disfuncionadas e localizado no centro das fibras musculares. Essa disfunção produz crise energética que resulta em sensibilização dos nociceptores locais. A disfunção pode produzir nós de contração que então produzem um nódulo e uma banda tensa de fibras musculares tensas. Os Pgs de inserção resultam da tensão aumentada e sustentada das fibras musculares no ponto de inserção. A tensão sustentada produz entesopatia com edema e sensibilidade aonde as fibras musculares se inserem na aponeurose, no tendão ou osso. Alguns músculos têm suficiente separação entre a inserção da fibra muscular com o tendão e a inserção do tendão com o osso para, na extremidade do músculo, pode haver dois Pgs de inserção totalmente diferentes. O Pg primário é um Pg central aparentemente ativado de forma direta por uma sobrecarga aguda ou crônica ou por uso excessivo repetitivo do músculo no qual ocorreu, não sendo ativado como resultado de atividade do Pg em outro músculo.

Os Pgs principal e satélite estão relacionados, no entanto o conhecimento desses relacionamentos é usado para examinar os Pgs que podem ser negligenciados quando o paciente se queixa de sintomas produzidos pelos Pgs satélites. A pesquisa de Travell mostrou que uma série de Pgs embrionicos se desenvolveu nas áreas alvo/referidas, de forma que com o tempo possa haver uma reação em cadeia dos gatilhos.


Quer saber sobre Ponto gatilho? acompanhe nossos artigos e aprenda mais na nossa Formação Completa RPG RBC www.macursos.com.br @macursoscapacitacao

#rpgrbc #fisioterapia #pilates #capacitacaodeverdade #educacocontinuada #reeducacaopostural #rpg

37 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Ligue agora

Fixo - 21-4108-6305 

WhatsApp: 21 98281-5525

Horário de Funcionamento
Segunda a Quinta  07:00 - 21:00

Localização
Tijuca 

Rua Barão de Mesquita 482, sobreloja - Em frente ao SESC - Rio de Janeiro - RJ - Brasil

  • Facebook M.A Bem Estar e Saúde
  • YouTube M.A Bem Estar e Saúde
  • Instagram M.A Bem Estar e Saúde
Fale Conosco